Facebook
Twitter
Youtube
Flickr

Notícias

Fundação Cultural estuda novas ações para minimizar o impacto da pandemia no setor

Contratos e convênios continuam mantidos para beneficiar classe artística
Data de inclusão: 13/05/2020 15:32

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Fundação Cultural de Itajaí vem realizando ações para minimizar os impactos no setor cultural. Com os resultados da pesquisa de impactos na classe artística, apresentados na última segunda-feira (11) na reunião do Conselho Municipal de Políticas Culturais, novas possibilidades de medidas e estratégias serão estudadas.

Contratos e convênios mantidos

A Fundação esclarece que mantém todos os contratos assinados. Com esta ação, estão mantidas as aulas do Conservatório de Música Popular Carlinhos Niehues, que atendem cerca de 80 alunos na modalidade de Ensino à Distância (EAD) com 18 professores.

“Nosso curso é essencialmente presencial, tem sido um grande desafio. Nossos professores são muito criativos e estão aproveitando esse período para se reinventar em novas habilidades de ensino e aprendizagem”, explicou o Diretor do Conservatório de Música, Eliezer Patissi.

> Leia mais notícias sobre Coronavírus

Ficam mantidos também os contratos de mais de 60 professores do programa Arte nos Bairros. As aulas presenciais do programa estão suspensas, mas os professores têm utilizado plataformas online para dar aulas ou repassar atividades aos alunos, bem como elaboram vídeos com dicas. As professoras de artesanato e servidores da Fundação participam da produção de máscaras reutilizáveis para doação à comunidade através da Secretaria de Saúde. São produzidas em torno de 1000 unidades por semana.

Além disso, são incluídos neste grupo os contratos de serviços de limpeza, segurança patrimonial dos espaços, estágios e equipes técnicas de sonorização e iluminação. Estas ações asseguram renda a centenas de famílias itajaienses durante a pandemia do novo coronavírus.

Suporte técnico aos artistas e entidades

A equipe técnica da Fundação Cultural auxilia artistas e entidades artísticas na elaboração e cadastro de projetos em editais a nível federal oferecidos neste momento, como Itaú Cultural, Fundação Cargill, Klabin Transforma e Petrobras. Os servidores atuam também na formação de parcerias técnicas junto a instituições financeiras, como o Banco do Brasil, criando uma nova forma de atendimento facilitado aos proponentes da LIC na abertura das contas.

“Dentro deste trabalho já tivemos proponentes de Itajaí contemplados. Esse suporte técnico é muito importante para o profissional que não conseguiria dispor de recursos para contratação do serviço de assessoria”, comenta o diretor administrativo da Superintendência das Fundações, Vanderlei Lazzarotti.

Prorrogação de aluguel

A Fundação Cultural prorrogou o pagamento de aluguéis dos condôminos do Mercado Público em 60 dias. A ação compreende as circunstâncias do momento e as dificuldades enfrentadas pelo setor.

Articulações

A criação de uma pesquisa para mensurar impactos no setor artístico em Itajaí foi crucial para o planejamento e a construção de novas ações em prol dos artistas. Os resultados foram analisados e casos emergenciais foram identificados. Alguns artistas pediram contribuições com cestas básicas e serão auxiliados através do cadastramento do município.

“A pandemia fez com que tivéssemos que pensar, primeiramente, em sobrevivência. É um momento delicado, de muito estudo e muitas avaliações, mas estamos constantemente trabalhando para encontrar soluções e alternativas para enfrentar esse momento”, afirma Normélio Pedro Weber, superintendente administrativo das Fundações.

Em reunião do Conselho Municipal de Políticas Culturais, artistas também propuseram à Fundação Cultural a produção e viabilização de uma transmissão ao vivo. As doações e recursos arrecadados com a ação serão voltados para a demanda artística do município, sendo administrados pelo conselho e as setoriais municipais.

A Fundação aguarda liberações legais para possibilitar a abertura de editais e a manutenção adequada dos editais já existentes. Também são trabalhadas neste momento articulações estaduais através do Colegiado do Comitê Cultural da AMFRI na FECAM.

Todas as ações propostas e suas execuções estão sendo analisadas dentro das Leis Administrativas que envolvem o uso do recurso público. Outras ações ainda estão sendo avaliadas e estudadas para médio e longo prazo, como a criação de eventos no formato drive-in.

___
Informações adicionais:
Fundação Cultural
(47) 99700-0521 

Imagens relacionadas

Fundação Cultural estuda novas ações para minimizar o impacto da pandemia no setor
Fundação Cultural estuda novas ações para minimizar o impacto da pandemia no setor
Fundação Cultural estuda novas ações para minimizar o impacto da pandemia no setor
Facebook
Twitter
Youtube
Flickr
Todos os direitos reservados © 2020- Município de Itajaí