11 de setembro de 2023

25º Festival de Música reuniu milhares de pessoas em oito dias de programação gratuita

Apresentações das oficinas, show do Confluência e jam session marcaram o último dia (08) do evento

25º Festival de Música reuniu milhares de pessoas em oito dias de programação gratuita

Durante oito dias as atrações do 25º Festival de Música de Itajaí movimentaram a cidade e reuniram milhares de pessoas nas apresentações, oficinas, rodas de choro e jam sessions. Chico César, Gilberto Gil e o grupo vocal Ordinarius foram alguns dos nomes de destaque dos shows desta edição, além dos encontros e trocas musicais entre artistas locais e nacionais.

As apresentações de encerramento das oficinas e o show do grupo instrumental itajaiense Confluência, no Palco Marcos Leite (Praça Arno Bauer), seguidos da jam session no Mercado Público marcaram o último do evento, na sexta-feira (08). Esta edição histórica contou com a exibição de clipes em audiovisual, mostra de fotos de outras edições dos fotógrafos Ronaldo Silva Junior e Marcos Porto. Um documentário curta-metragem sobre os 25 anos do evento também foi apresentado, seguido de um show que reuniu artistas de novas gerações de Itajaí, considerados crias do festival, na quinta-feira (07).

A visita inusitada de Gilberto Gil, na tarde da última quarta-feira (06), na Casa da Cultura Dide Brandão, onde estavam ocorrendo 17 oficinas do festival, surpreendeu a todos. Ele dialogou sobre composição brasileira e mercado da música em duas oficinas e depois fez registros com o público presente. Além disso, em seu show, que lotou o Centreventos na noite de quarta-feira (06), Gil enalteceu o Festival de Música de Itajaí como um dos principais do país.

Neste ano, o evento contou com 27 oficinas, um workshop e mais de 20 apresentações. Seguindo a proposta que teve início na edição passada, a programação foi 100% gratuita e três palcos localizados no centro da cidade homenagearam artistas que se apresentaram e fizeram história no festival: Palco Leny Andrade (Casa da Cultura), Palco Marcos Leite (Praça Arno Bauer) e Palco Gal Costa (Praça da Igreja Matriz). Além deles, ocorreu um show no Centreventos e as rodas de choro e as jam sessions no Mercado Público.

O superintendente administrativo das Fundações, Normélio Weber, avalia o evento: “Esta edição foi surpreendente e histórica, foram 25 anos de festival. Desde o ano passado, vínhamos com a proposta de abrir o evento para a cidade, no intuito de ampliá-lo, dar acesso e democratizar para a comunidade abraçar, sentir orgulho e prestigiá-lo ainda mais. Hoje, todos sabem da importância e grandeza deste evento. A presença do público em tudo, mesmo em dias de chuva, as falas dos artistas e as manifestações de satisfação comprovam isto”.

O 25º Festival de Música é uma realização do Município de Itajaí e da Fundação Cultural de Itajaí, em parceria com o Conservatório de Música de Itajaí Carlinhos Niehues e a Câmara Setorial de Música de Itajaí, vinculada ao Conselho Municipal de Políticas Culturais.

Confira a cobertura fotográfica completa do evento aqui.

Aguarde